Open post

Quem foi para mim

A Primeira Mestra Tecla foi para mim, para nós, para toda a Família Paulina, uma Mãe. Era uma grande mulher, humana, humilde, simples, de muita fé. Uma santa! Os seus olhos revelavam a luz de Deus, o seu olhar penetrava e – diria – perscrutava os nossos corações. Era aspirante, apenas havia entrado, em maio de 1955. […]

continuaMore Tag
Open post

No resto penso eu!

Falar de Mestra Tecla é como fazer memória da própria mãe. E a Primeira Mestra Tecla foi para mim não apenas a superiora geral a quem se devia respeito, obediência e docilidade nas orientações, mas “a mãe”, uma mãe que compreendia as capacidades e as fragilidades das pessoas que a Providência lhe confiava. … ITA-Al_resto_ci_penso_io-3 […]

continuaMore Tag
Open post

Mestra Tecla e o meu jardim

Poderia comparar o meu relacionamento de afeto, confiança e docilidade com a Primeira Mestra, a um jardim colorido com muitas flores de diferentes matizes e beleza. Nos anos de formação (1949-1956) poderia considerar pequenas florzinhas, ou seja, encontros com uma simples  saudação e sorriso, ou então às suas breves conferências ao grupo. Lembro-me, como de uma bela flor, […]

continuaMore Tag
Open post

Falar da Primeira Mestra…

Sou uma Filha de São Paulo, mas não da primeira hora, como tantas irmãs que viveram junto e em contato direto com Mestra Tecla. Considero-me da segunda metade do Centenário, igualmente agradecida por tê-la conhecido pessoalmente, também se com visitas não tão frequentes e presença a distância. Encontrei a Primeira Mestra nos seus últimos oito […]

continuaMore Tag

Posts navigation

1 2 3 4 5 6 7